Jovens na política

Representantes das alas jovens dos partidos políticos retomam mobilização iniciada ano passado, com apoio do Jornal Folha do Mate. O Movimento das Juventudes, em 2010, terá como foco as eleições de outubro, iniciando com campanha de estímulo a confecção do título, cujo prazo expira em 5 de maio, para quem tem entre 16 e 18 anos de idade.

É intenção, também, promover encontro sobre política com estudantes do Ensino Fundamental e Ensino Médio, a exemplo do ano passado, quando o Movimento, acompanhado do jornal, esteve nas escolas estaduais Cônego Albino Juchem e Crescer. Escolas interessadas podem entrar em contato com a redação da Folha.

A novidade, para 2010, é que a mobilização das alas jovens dos partidos iniciam com uma identidade, criada pela colega Terezinha Müller, do setor de artes da Folha do Mate. O retorno inicia com força, mesmo que a ala jovem do PT afastada e a do PTB sem seu presidente Enéias Peiter, que se desfiliou. Os trabalhos serão tocados pelas juventudes do PP, PSDB, PMDB, PDT e DEM.

Caco Villanova

caco@folhadomate.com.br

Movimento das Juventudes é suprapartidário

Tags: , , ,

Um comentário para “Jovens na política”

  1. vladimir Azeredo disse:

    Que bom que seja suprapartidário, por mais difícil que seja essa tal neutralidade. São muitas as tentações, muitos a tentar e só a ideologia dos outros é que parece ser partidária e/ou ideológica.
    Isso me lembrou que nos meus ‘tempos de jovem’ eu ficava achando muito estranho ver coisas como Juventude Arenista, por exemplo. Pra mim era impossível compreender como alguém, um indivíduo ainda não formatado totalmente, podia se identificar com algo tão, tão… digamos, antigo. Ficava mais fácil entender um jovem na oposição, de qualquer coisa, que na situação. Daquilo, principalmente. Hoje eu até compreendo algumas coisas, outras eu relevo, pois também já tive aquela idade em que é muito importante acreditar, mesmo que tenha uma cota de desilusão nisto. Errar é humano e repetir erros é hábito de gente que se acha madura.

Deixe um comentário